Metas SMART: o que é e como usar na loja online

As metas SMART podem ser aplicadas a qualquer área, inclusive no planejamento da sua empresa

Definição de metas e objetivos são importantes para qualquer negócio, principalmente para quem está iniciando um novo projeto. Mas nem sempre o empreendedor tem o conhecimento suficiente para traçar, sozinho, metas a serem alcançadas com o próprio empreendimento.

Para ajudar nessa tão importante tarefa, a RSC Inovação vai falar sobre as metas SMART. A princípio, o nome pode parecer um pouco complicado e confuso, mas, até o final deste conteúdo, você vai entender quase que perfeitamente como funciona essa metodologia.

Para começar, a tradução literal de “SMART” é “inteligente”. Cada letra deste termo se refere a um tipo de ação que quem está planejando deve utilizar ao criar um plano estratégico. Essa metodologia foi criada nos anos 1980 e, desde então, tem ganhado espaço na administração das empresas, mas serve para todos os âmbitos da vida.

Para além dos conceitos históricos da meta inteligente, vamos falar sobre cada um dos termos, que podem ser usados como um checklist.

As metas SMART devem fazer parte do seu planejamento estratégico

S: Specific – Específica

O resumo desta ação poderia ser: cada detalhe importa. Isso porque, quanto mais específica a meta é, melhor compreensão ela vai dar para todos os envolvidos no projeto.

Explicar, detalhar e informar sobre tudo que acontece não pode ser um problema para quem está planejando. Essas são ações que precisam fazer parte desta fase do negócio e podem influenciar no resultado.

Para alcançar um alto grau de entendimento, alguns questionamentos devem ser feitos:

  • O que eu quero atingir com essa meta? (aumento de lucro, por exemplo)
  • Quem serão as pessoas responsáveis por ela? (você e seu funcionário?)
  • Onde esse planejamento será executado? (em uma loja online?)

Essas são algumas das questões que devem ser levantadas para que essa ação seja específica como pede as metas SMART.

M: Measurable – Mensurável

Como tudo na vida, os objetivos precisam ser medidos sempre que possíveis. Então, para se ter um planejamento completo, é importante que definir métricas para avaliar a evolução dele e consiga medir o progresso.

Tendo em vista que alguns objetivos podem levar um tempo para serem realizados, defina alguns marcos ou pontos-chave durante o curso para que se consiga avaliar quão próximo do objetivo se está.

Por exemplo: em um ano, quero aumentar a faturamento do meu negócio em 100%. Então, mês a mês, é preciso ter um aumento de, pelo menos, 8%, que vai impactar no montante final.

A: Attainable – Atingível

Manter os pés no chão, como diz o ditado, é crucial para definir uma meta. Planejar uma ação sem estrutura para cumpri-la pode ser um erro. Usando o objetivo anterior, imagine-se definindo o aumento de vendas em 100%, de um mês para o outro, sendo que a empresa não possui estoque suficiente.

Ao definir uma meta, portanto, é preciso considerar fatores, como o tempo para alcançar o objetivo, a estrutura da sua empresa, a quantidade de pessoas envolvidas no processo etc. Tudo isso pode te responder se a sua meta é, de fato, atingível.

R: Relevant – Relevância

Por ambição, muitas pessoas acabam antecipando coisas que deveriam acontecer futuramente. Então, ao estruturar ações, um dos elementos a serem considerados é a relevância daquela ação. E isso inclui a hora certa exata de incluir aquela meta no seu planejamento estratégico.

Não há problema em definir vários propósitos ao mesmo tempo. Mas, certamente, os envolvidos não vão dar a mesma prioridade para todas elas. Nesse caso, entender a relevância de uma meta é essencial para que ela seja cumprida com êxito por todos.

T: Time Based – Temporal

Dar prazo de início e de limite para o alcance da meta é o último tópico das metas SMART. Isso não quer dizer que esse prazo não possa ser descrito no começo. Inclusive, ao passar pelo tópico “mensurável”, já falamos sobre isso.

Sem o prazo, a sua meta perde o senso de relevância e isso pode impactar no seu resultado. Por isso, determine um prazo considerável para a sua meta, considerando os fatores já citados, como a tangibilidade.

Metas SMART na loja online

Todos os tópicos abordados podem ser aplicados na loja online, tanto para quem está iniciando uma loja nova quanto para quem já possui e quer ampliar sua rede de clientes. Ao usar estes tópicos, as metas ficam mais claras e de fácil compreensão para quem vai colocá-la em prática.

Metas nas lojas online não precisam estar ligadas ao aumento do faturamento diretamente. Mas pode ser para aumentar a presença nas redes sociais, melhorar o aspecto visual da loja online, ampliar os tipos de contato com os clientes ou, ainda, investir em divulgação.

Levando estas metas em consideração, é bem provável que seu negócio será melhor definido e seus objetivos serão alcançados com mais energia.

Wesley Santana

Jornalista, redator de Tecnologia e pesquisador de Ciberativismo.

Você pode gostar...