Empreendedor confira os desafios de unir o negócio físico ao digital

Empreendedor confira os desafios de unir o negócio físico ao digital

Todos nós sabemos que o processo de Transformação Digital é lento e os empreendedores trazem a tecnologia para uma melhora desempenho e aumento de alcance para a garantia de resultados melhores, mas como existem certos desafios, muitas vezes estrutural da organização, muitos preferem não aplicar a tecnologia, porém o mundo em que vivemos hoje devemos sim entrar para a transformação digital para podermos atender todos os nossos clientes em quaisquer que sejam as plataformas de vendas. 

Tendo a necessidade de proporcionar uma experiencia Omnichannel, que é uma estratégia de conteúdo multicanal que as organizações usam para melhorar sua experiência do usuário e promover melhores relacionamentos com seu público através de pontos de contato 

É essencial compreender que a transformação digital tem profundo impacto sobre a sociedade, de maneira geral. A partir dessa conclusão, se torna mais claro o valor de implementar programas de mudança nas empresas. 

Mas quais são esses desafios?  

Pense em como o uso da tecnologia vem transformando as nossas vidas a cada dia, mesmo com a agilidade de todas as coisas e informações, ainda é necessário que as pessoas implantem essas medidas de forma escalável para que assim a empresa ou comércio entre na transformação digital.  A mudança de comportamento de compra é a primeira a mudar, porque os clientes agora se dirigem para uma plataforma online para adquirir produtos e serviços. 

Além disso, a nossa vida ficou bem “mais fácil”, pois serviços e produtos automatizados oferecem uma comodidade impensada alguns anos atrás. Por outro lado, surgem desafios novos como transtornos ligados ao não preparo das empresas em relação às reclamações de clientes e o ato de digitalizar sem preocupar com a experiência do usuário ao longo do processo de compra. 

É aí que entra a transformação digital para o empreendedor! Por meio dela, é possível otimizar vários processos. As possibilidades são ilimitadas. O principal desafio das lideranças varejistas, hoje, é a integração dos canais físicos ao digital. 

Embora simples de resumir, o desafio de integrar os diversos canais é algo bem complexo, ainda mais quando se considera que, ao mesmo tempo, é preciso desenvolver uma inteligência de mercado capaz de responder com agilidade às demandas dos consumidores e aos movimentos dos concorrentes. 

A integração com o mundo digital não é uma tarefa fácil, é preciso entender o vai ser feito sem perder o futuro da empresa ou comércio. 

Inovações 

Outro trabalho que precisa ser feito é estar em dia com todas as inovações que surgem no mercado, é possível dizer que para grandes companhias, uma maneira inteligente de integrar não apenas sistema e canais, é justamente integrar as tecnologias não apenas como forma de crescimento da empresa, mas crescer no aspecto de inovações por isso é importante para o empreendedor entender que a transformação digital é algo importante para o crescimento. 

Estamos vivenciando essas inovações todos os dias, as maiores empresas do varejo estão aprendendo que é necessário ter uma presença online para adquirir maior renda. 

Os jovens executivos e profissionais, cujo olhar disruptivo e digital se tornam ao daqueles mais experientes e analógicos, que sabem corno o jogo ainda é jogado, apesar da rápida transformação pela qual está passando. 

Esse movimento de incorporação vai ao encontro de trabalho que tem sido feito e dedicado grande atenção: o de preparar colaboradores e prestadores de serviços para a transformação que o desenvolvimento digital tem promovido tem seus desafios mas sem perder de vista do mundo “analógico”.  

Multicanalidade 

Quanto aos canais físicos acredita-se que a multicanalidade seguirá dando as cartas. Os hipermercados, que já foram protagonistas desses tipos de desafios, cumprem outro papel atualmente e consideram esses formatos importantes. É preciso estar no lugar certo e ser operado da maneira correta. 

O formato comum do varejo alimentar nos últimos anos, o atacado e varejo, seguirá crescendo e ganhando espaço pelos próximos três ou quatro anos, quando, atingirá sua maturidade, bem corno certa estabilidade.  Isso não tem, necessariamente, relação com a possível melhora na economia. É importante lembrar que o atacado e varejo cresceu mesmo antes de a crise estourar, em 2015. 

A questão de amadurecimento do modelo e transformações no mercado de consumo. Isso, inclusive, no futuro, deve levar a mudanças no próprio modelo atacadista e varejista. Acredita-se na melhora dos indicadores macroeconômicos do País com essas mudanças.  

De uma forma bem simples, a experiência do cliente é o resultado da totalidade das interações que um cliente possui com uma empresa e seus produtos. Assim, se a experiência será boa ou ruim, depende de como a marca trata deste tema – de forma reativa ou proativa. 

Compreender a experiência do cliente é parte integrante do gerenciamento de relacionamento. A experiência geral reflete como o cliente se sente sobre a empresa e suas ofertas, por isso diversos empreendedores fazem uso dessa técnica. 

Logo, não é exagerado dizer que uma empresa que investe em uma estratégia multicanal (tanto em vendas como em serviço de atendimento, marketing e comunicação) está trabalhando para elevar a experiência de seus consumidores. 

Consequentemente, ela tende a se destacar da concorrência, vender e lucrar mais. Por fim, não é muito sábio pensar em uma estratégia multicanal apenas com o intuito de atrair novos consumidores. A multicanalidade também deve ser planejada e executada para fidelizar os clientes já conquistados. 

E, na sua organização, a transformação do físico para o digital já está presente? Como você, varejista, tem lidado com essa experiência de vendas em diversos canais? Deixe sua opinião no campo de comentários abaixo e fale com nossos especialistas, temos as melhores ferramentas do mercado para clientes que querem ter presença online, digital é ágil! 

Você pode gostar...